Skip to main content
BlogPodcastVendas

Black Friday para Negócios Locais

Por 5 de novembro de 2021novembro 10th, 2021Sem comentários

A Black Friday é uma data tão esperada pelos consumidores, quanto temida por alguns empresários. Isso acontece porque há uma linha tênue entre o lucro e o prejuízo nesta data.

Para ajudá-lo a utilizar a Black Friday da melhor maneira no seu negócio (e evitar as tradicionais armadilhas), separamos dicas valiosas para o seu negócio tirar o máximo proveito desta data tão aguardada.

black friday (ou black fraude)

♦ A origem da Black Friday

Primeiro precisamos entender o que é a Black Friday. 

A data surgiu nos Estados Unidos e vem logo após o feriado de Ação de Graças.

Ela acontece sempre um dia após o dia de ação de graças (Thanksgiving Day), feriado tradicionalmente celebrado nos Estados Unidos e no Canadá em gratidão a Deus pelos acontecimentos positivos do ano.

Neste dia as pessoas comemoram reunindo a família, fazendo ceias e orações (mais ou menos como fazemos no dia de natal no Brasil).

Desde 1863 a comemoração é feita na última quinta-feira do mês de novembro.

A data simboliza também a chegada do inverno no hemisfério norte.

Com a troca de estações e a chegada do Natal, as lojas precisam abrir espaço em seus estoques para a chegada de novos produtos para a tradicional troca de presentes natalinas e também para a nova estação.

Na Black Friday boa parte das lojas americanas oferece descontos consideráveis em relação ao preço da etiqueta.

Diferente do que ocorre no Brasil, onde a Black Friday é muitas vezes apelidada pejorativamente de Black Fraude, vendendo tudo pela metade do dobro, nos Estados Unidos não é raro ver descontos de até 90%.

No CODICAST #119 – Black Friday para Negócios Locais você entenderá toda a estratégia por trás de uma Black Friday bem sucedida. Além disso, descobrirá quais são as armadilhas comuns que você não deve cair.

black friday

♦ CODICAST#119 – Black Friday para Negócios Locais 

Se você é daqueles que gosta de ouvir podcasts enquanto faz outras coisas, a melhor opção é ouvi-lo no Spotify; mas, se você é daqueles que prefere assistir à gravação, é só dar PLAY! no vídeo do YouTube.

 

👉 Para assistir no YouTube, clique aqui.

👉 Para ouvir no Spotify, é só clicar no PLAY! abaixo.

 

♦ Qual o objetivo da Black Friday

Alerta de spoiler e conteúdo sensível: O objetivo da Black Friday não é aumentar o faturamento da empresa de forma que ela lucre mais nesse dia do que no mês inteiro. 

Sabemos que muita gente acredita nisso, mas essa definitivamente não é a verdade.

Luiz Gustavo e Evandro Mazuco, fundadores da Codirect com diversas Black Fydays no currículo explicam:

“No Brasil, assim como nos EUA, o objetivo não é aumentar os lucros; é diminuir os prejuízos em virtude da troca das estações. 

Eles eliminam os estoques para abrir espaço para as mercadorias de inverno, que começa logo depois da Black Friday.

Além disso, a data representa também uma oportunidade de atrair novos clientes.” 

Ou seja, o principal objetivo das lojas com a Black Friday não é aumentar os lucros. É desovar o estoque e atrair novos clientes.

Quando falamos em troca de estação, a maioria dos empresários acredita que isso esteja ligado apenas ao  mercado da moda, mas essa ideia é equivocada.

Vale também, por exemplo, para empresas de tecnologia que todos os anos lançam novas versões dos seus produtos, tendo em vista as vendas para o natal; por isso, é necessário se livrar das versões antigas para abrir espaço às novas.

O importante é que você pense em ofertas que valorizem o seu negócio e não entre na Black Friday apenas por que todos estão fazendo.

Afinal…

black friday

♦ …Ninguém é obrigado a fazer Black Friday 

Para algumas pessoas isso pode parecer chocante, mas é a mais pura verdade. Black Friday é uma estratégia e não uma obrigação. 

Se a sua empresa não estiver no momento de esvaziar estoque ou construir uma nova base através dessa data, está tudo bem! 

Você não deve se sentir forçado a participar apenas para “não ficar de fora” ou por medo de deixar de lucrar. 

Fique à vontade para decidir, conforme a sua estratégia.

Se por ventura você decidir participar, vamos mostrar a você os erros clássicos que os empresários costumam cometer durante o período.

black friday

♦ Erros clássicos durante a Black Friday

O que mais vemos durante o período da Black Friday no país são empresários caindo nessas armadilhas e cometendo esses erros.

👉 O primeiro erro é o clássico “pela metade do dobro”.

Tem muito empresário que semanas antes da Black Friday, dobram o preço dos seus produtos para que na “grande data” possam cortá-los pela metade e assim cobrar o preço original como se fosse algo imperdível. 

Luiz e Evandro advertem:

“Fazer Black Friday é uma opção. 

Você não precisa fazer; mas se for fazer, faça algo real. Não algo que seja a metade do dobro.

Existem até mesmo sites que monitoram os preços dos produtos para expor as empresas que se utilizam dessa prática

Mesmo que você tenha um serviço exclusivo que não apareça nestes sites, não adianta querer enganar os clientes. 

Você descredibiliza sua marca se promovendo dessa maneira. 

Seu objetivo precisa ser reduzir estoque ou atrair novos clientes e não iludir seus clientes que se sentirão lesados ao perceber o ‘truque’”. 

👉 O segundo erro comum é colocar o melhor produto em promoção.

A saída para esse erro é o pensamento estratégico. 

Se esse já é seu produto mais vendido sem precisar de uma promoção, porque fazer com que as pessoas paguem menos por algo que elas já compram costumeiramente?

Ou seja, colocar o melhor produto em promoção não é uma boa estratégia.

Ao invés disso, coloque na promoção aqueles produtos e serviços que você realmente deseja “se livrar” do estoque ou quer muito que os seus clientes conheçam. 

Como diz Evandro:

“Quando você coloca seu produto mais rentável com 70% de desconto, acaba perdendo a lucratividade do mês inteiro.

Afinal, é óbvio que as pessoas vão esperar para comprar o produto por um preço mais barato na Black Friday.”

👉 O terceiro erro comum é acabar lesando os antigos clientes na busca de novos clientes.

Muitos empresários não percebem que estão fazendo isso, mas a verdade é que ocorre com mais frequência do que imaginamos. 

Como dissemos anteriormente, um dos propósitos da Black Friday é atrair novos clientes para a base da empresa. 

Entretanto, na tentativa de fazer isso, surgem grandiosos cupons de desconto na primeira compra. 

Seu cliente já fidelizado, que compra sempre de você, pode se sentir lesado quando vê um novo cliente tendo mais benefícios do que ele.

Portanto, aqui vão duas dicas: 

Como dissemos antes, não coloque seu produto principal nesse tipo de promoção. Isso evita que esse conflito aconteça. 

Ao invés disso, crie dois tipos de ofertas diferentes, ou seja: uma para a atração da nova base e outra para manter a sua base antiga ativa e satisfeita.” 

Entendeu o mecanismo por trás das ações da Black Friday? 

Então ouça o episódio completo do CODICAST, pois o melhor ficou para quem ouvi-lo (ou assisti-lo).

Lá você encontrará outras dicas fantásticas de como tirar o máximo proveito da próxima Black Friday, além de algumas ideias de promoções que vão deixar seus clientes (os antigos e os novos) extremamente satisfeitos (e com vontade de gastar mais).

👉 Para ouvir no Spotify, clique aqui.

👉 Para assistir no YouTube, é só clicar no PLAY! abaixo.

Para não perder nenhuma edição do CODICAST, o melhor podcast sobre Marketing Digital para Negócios Locais, é só inserir o seu e-mail no campo abaixo.

O co-fundador da Codirect, Evandro Mazuco, avisará você sempre que um novo episódio for ao ar.

Fazer um comentário