Skip to main content
Marketing Digital

Agência de Marketing Digital para pequenas empresas | Como escolher?

Por 21 de maio de 2018agosto 27th, 2021Sem comentários

Um desafio muito grande ao escolher uma Agência de Marketing Digital para pequenas empresas é saber por onde começar.
O motivo é muito simples. Quem está contratando não tem noção alguma de onde pode chegar com Marketing Digital e qual é o primeiro passo (e saiba que isso é bastante comum!).
O que acontece é que, assim como você, eu já estive no seu lugar. Mas sabe o que é pior? Eu sabia marketing digital quando quis contratar uma agência para minha pequena empresa na primeira vez.
Isso foi no início de 2014, minha esposa tinha uma empresa que revendia semijoias e estávamos inclusive desenvolvendo marca própria. E confesso que fiquei bastante decepcionado com a visão que tive do mercado de agências.
Tamanha decepção veio através de uma série de conversas com donos de agências ou consultores de marketing digital que se diziam especialistas para pequenos negócios. O que percebi é que a capacidade de geração de resultados e experiência prática era muito além do que o mercado apresentando de possibilidades.
E sinceramente? Vejo esse mercado muito pouco diferente de quatro anos para cá. Inclusive foi por esse o motivo que quase dois anos depois fundamos a Agência MITO que é uma agência de marketing digital para pequenas empresas onde tem sua atuação toda voltada para mídias sociais (Facebook, Instagram e WhatsApp).

Nasce uma Agência de Marketing digital para pequenas Empresas

No início, queríamos salvar o mundo! Fizemos uma proposta comercial que era, confesso, bastante milagrosa. O lado positivo é que demos o nosso melhor e estes primeiros clientes deram muito resultado (vários deles estão conosco até hoje e são alguns dos nossos cases). O único detalhe é que vimos que nosso tempo estava sendo desperdiçado.
Motivo? Simples. A gente ficava muitas vezes tardes e tardes dentro da empresa do cliente dele treinando sua equipe em outras áreas que não eram exclusivamente relacionadas a marketing digital.
Treinamos equipe comercial, ajudamos a contratar equipe, redesenhamos processos, participamos de reuniões com a empresa que fornecia sistema para alguns ajustes na plataforma utilizada dentre outras coisas que não tinha nada a ver com a nossa função que era prestação de serviços de marketing digital.
Para esse tipo de serviço valer a pena, teríamos que cobrar 3x o que estava sendo cobrado. E naquele cenário, era inviável para ambos os lados realizar esse tipo de projeto. O que aconteceu é que nos comprometemos com o resultado enquanto estávamos atuantes, e aos poucos tivemos que rescindir o contrato unilateralmente com estes clientes pois mudamos nosso foco.
O ponto positivo é que essa demanda era latente nas empresas e por outro lado vimos que a maioria das médias e também as pequenas empresas acreditam que marketing digital não é uma prioridade.
Começamos a ter uma verdadeira clareza sobre todo o mercado de micro e pequenas empresas (para não dizer que as médias e grandes também) e elas tinham exatamente o mesmo problema. Por um lado, as agências de marketing digital tinham uma falta de maturidade enorme, por outro lado, as pequenas empresas não tinham a mínima estrutura para abraçar esse novo mercado.

A revolução silenciosa no mundo dos negócios

A questão é que está acontecendo uma revolução silenciosa no mundo dos negócios e que a maioria das empresas e muitas agências ainda não perceberam.
Essa revolução silenciosa já é realidade na maioria dos negócios que estão sendo criados mas eles também não têm ferramentas que permitem fazer bom uso dessa vantagem.
Pois é, estamos falando das empresas que já nasceram no mundo digital.
Qualquer novo negócio hoje avalia três coisas antes de ir para o ar:

  • Precisa criar uma conta no Facebook
  • Precisa criar um perfil no Instagram
  • Precisa criar um site (que já não é mais tão comum quanto as duas opções acima)

Isso muitas vezes antes mesmo de ver um ponto comercial, plano de negócios e tudo mais.
O que você precisa entender e abrir a sua mente é que marketing digital deve ser core business da sua empresa, ou seja, marketing digital deve fazer parte da essência onde todas as áreas da empresa devem saber fazer bom uso da ferramenta.
Não estou falando de criar uma política onde todo mundo deve escrever um post a cada semana no blog tampouco de ficar compartilhando publicações da empresa no seu Facebook ou Instagram pessoal. Isso também funciona mas é muito mais do que isso.
Todas as ações da empresa devem ser pensadas sempre associadas a uma ação digital.
Não tem mais como fugir disso. Se o seu negócio não nasce digital ou se não é inserido top-down, pode escrever: não dá resultado por mais milagrosa que seja a proposta da sua agência ou do seu consultor. Você precisa estar intimamente envolvido com o projeto digital do seu negócio.
Você pode contratar a melhor agência do mundo, o consultor mais capacitado ou o curso que já deu mais resultados que você pode pesquisar na internet, mas se você não fizer a sua parte, a mágica dos números explosivos que a internet proporciona, simplesmente não vai acontecer!
Sabe aquele case no mundo digital de pessoas faturando mais de R$ 100.000,00 em uma semana e que te faz brilhar os olhos? Pois é, o autor desse case provavelmente entendeu isso. A má notícia é que esse sucesso da noite para o dia levou meses/anos para acontecer.
Se você conhece as ferramentas e as pessoas certas, você terá acesso aos atalhos. Caso contrário, vai fracassar fatalmente e só jogar seu dinheiro no lixo.

Escolhendo a agência de marketing digital certa para sua empresa

Mesmo que você contrate uma boa agência de marketing digital para sua pequena empresa (e dificilmente você vai encontrar uma melhor relação custo-benefício que a Agência MITO) você ainda vai ter que fazer o dever de casa.
E qual é esse dever de casa?
Vejo que tem quatro pilares que se você é dono de uma pequena empresa e quer triunfar no mercado digital deve estar bem atento para que seu negócio tenha um futuro próspero nas mídias sociais:

  1. Diferencial competitivo claro
  2. Modelo de negócios lucrativo
  3. Estrutura comercial consolidada
  4. Marketing digital

Vou tentar ser o mais objetivo e resumido possível para que você entenda os conceitos. Cada um desses conceitos nós ajudamos nossos clientes a desenvolver, mas confesso que se tiverem isso antes de nos contratar vai fazer uma baita diferença nos resultados.
A magia do mundo dos negócios acontece quando você une esses quatro pilares e tem duas formas de fazer isso:

  • De maneira empírica (minoria)
  • De maneira pensada, estruturada e planejada

A maneira empírica é quando você tem uma sacada a partir de uma longa observação do mercado e conexão de diversos pontos e daí com a sua visão você consegue enxergar todo um ecossistema acontecendo em volta do seu negócio e atingindo os resultados desejados.
A segunda maneira é quando você entende exatamente como que esses quatro pontos se conectam:

  1. Sobre diferencial competitivo, estamos num mercado onde você tem um concorrente literalmente a cada esquina e sua empresa já não compete mais apenas no seu bairro, cidade ou país, você compete globalmente!

Sendo assim, se você não tem um diferencial competitivo claro, optarão pelo seu concorrente sem nenhum medo. Hoje não existe mais cliente fiel, existe cliente que se torna fascinado pelo negócio que faz mais sentido para ele naquele momento.

  1. E sobre modelo de negócios? Falo isso pois vejo algumas empresas que estão num modelo de negócios muito difícil de dar sustentabilidade para a empresa no longo prazo e por isso precisam muitas vezes repensar seu próprio modelo de negócios para que a empresa tenha mais longevidade (e possa dar um sossego para o dono).
  2. Estrutura comercial consolidada faz parte de qualquer empresa. Afinal, empresas não prosperam se não souber vender seus produtos ou serviços. Por este motivo, sim ou sim você vai ter que aprender a vender. Mesmo que você seja um Médico, Dentista, Coach ou Artesão.
  3. Se você tem uma boa agência para apoiar você, o quarto pilar com certeza estará dominado. Não necessariamente a agência vai fazer tudo para você, definitivamente não é essa nossa recomendação.

Afinal, você quer que uma agência de marketing responda seus seguidores nas mídias sociais? Grave vídeos para você? Grave Stories sobre o dia-dia da sua empresa? Dificilmente.
E caso alguma agência faça (bem feito) vai cobrar bem caro por isso. Por esse motivo, minha recomendação é que marketing digital faça parte da essência da sua empresa pois isso vai “entrar no fluxo” da sua operação e será resolvido de forma bem tranquila e profissional.
Por fim, se você tem um negócio razoável nesses quatro pilares, a tendência é que você já esteja mais maduro para escolher uma agência de marketing digital.
Resumindo, faça do marketing digital parte da essência da sua empresa (começando pelos donos e diretoria) daí ele terá resultado e você estará preparado para fazer uma boa escolha da sua agência de marketing digital.
“Ah Gustavo, mas eu não quero contratar uma agência de marketing digital e quero montar minha equipe e fazer tudo internamente.”
Show de bola! Esse é um dos caminhos a serem seguidos. Para isto, você precisa começar do jeito certo. Recomendo que você acesse nosso site e acesse a seção “Produtos” conforme a imagem abaixo:

Nesse caso, temos três cursos e você pode começar pelo Curso online: O Mito das Mídias Sociais e dá-lo para sua equipe estudar e aplicar os conceitos. Tendo quaisquer dificuldades aplicando os conceitos, é só enviar entrar em contato conosco que a gente te apoia.
Caso você entenda da importância de terceirizar esse serviço e ter acesso aos atalhos que nós da Agência MITO já temos, tem uma opção abaixo dos cursos online que é nosso serviço, lá você vai cair no nosso site para solicitar apresentação comercial.

Ao preencher esse rápido formulário, você vai conversar com a nossa equipe de consultores que vão conhecer um pouco mais seu negócio para que, caso faça sentido, nossa equipe de especialistas montar uma proposta sob medida para sua empresa.
Espero que esse artigo tenha clareado sua visão sobre como (e quando) escolher uma agência de marketing digital para pequenas empresas (caso você tenha uma) ou mesmo que você seja um médico, dentista, consultor de empresas ou até varejista.
De qualquer forma, desejo verdadeiramente que sua empresa encontre seu próprio caminho nas mídias sociais e possa prosperar a partir disso criando uma grande comunidade em volta do seu negócio.
Se você é assíduo no Instagram, siga nosso perfil nesse link. Se você prefere o Facebook, não tem problema, é só clicar nesse link aqui. Nos nossos perfis a gente está postando dicas diariamente (e inclusive Stories com algumas sacadas bem pontuais). Segue a gente e lá podemos bater um papo! ☺

Fazer um comentário